Presidentes de associações concordam com veto no PL da regulamentação do socorro mútuo em Minas Gerais; entenda

Com a bandeira que prega os mesmos direitos para todas as entidades que representam as associações de socorro mútuo, presidentes de associações pelo Brasil se mostram favorável ao veto do Governador Romeu Zema no PL 4.267/17, de autoria do Deputado Cabo Julio, que trata da regulamentação das associações de socorro mútuo no estado de Minas Gerais.

Através de um grande grupo nacional no WhatsApp, onde representantes de várias entidades e associações pelo Brasil estão presentes, comentários sobre a decisão foram tecidos.

Segundo um presidente de associação no estado de Minas, a decisão do Governador mostra institucionalidade. “O texto deixa claro que deve obedecer a jurisprudência. […] e sem interesses de partes, o projeto está sendo reformulado”, opinou o mineiro.

Defendendo a mesma ideia, a de não existir um monopólio no associativismo, outro presidente de associação também comentou o caso. “Acredito que se fosse um trabalho em conjunto, tivesse sido aprovado para que todas as entidades que nos representam [associações] pudessem atuar, seria mais justo”, disse um representante baiano.

E para você, a luta tem que ser unanime?

Compartilhe e promova o associativismo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *