SELO CIFPV VEM PARA FAZER DIFERENÇA E DAR CREDIBILIDADE

Credibilidade, confiança e reputação são bens intangíveis que as empresas conquistam ao longo dos anos, oferecendo produtos e serviços que realmente funcionem, agregando sempre valor para os seus beneficiários. 

Pensando na melhor forma de mostrar confiança, as associações que têm seus valores fixados na integridade sempre buscam formas de serem transparentes e de demonstrar confiança. 

A partir desse pensamento que o selo CIFPV foi criado: para reforçar a credibilidade das empresas e a certeza dos seus associados. 

Como consumidores que acreditam no serviço escolhido para proteger seus autos, a demonstração de confiabilidade é essencial.

Para Eliete Carvalho, de 43 anos, associada e que optou pela proteção veicular, se sentir confortável na escolha é sinônimo de optar por uma entidade que oferece transparência nas contas. 

“Hoje em dia com tantas empresas abrindo e fechando, não dá para escolher qualquer uma e colocar seu carro nela. Trabalhamos duro para poder comprar algum automóvel, a proteção dele tem que estar à altura dos nossos esforços. Por isso prefiro lugares que sei que posso confiar”, afirmou a trabalhadora autônoma. 

Há quem seja contra o selo e as formas de proteger seus associados. Porém, pela lógica, essas empresas temem demonstrar atos falhos em suas gestões. Visto que ser transparente é algo exigido pela lei e que só traz benefícios e credibilidade no mercado.

Quais documentos exigidos pela CIFPV: 

As associações terão que mostrar a carteira de trabalho dos diretores provando que eles são atuantes, ata, 12 últimos extratos, ter capacidade de pagar mínimo de 10 veículos populares em um só mês, autorial, fundo de passivos referente as dividas atuais, como por exemplo rescisões, ações judiciais, indenização de carros futuros roubados, veículos sinistrados. 

Esses documentos estarão disponíveis para outras associações cadastradas na CIFPV terem acesso, para assim uma ir fazendo auditoria da outra e reforçar o valor e transparência do selo. Vale lembrar que os associados terão acesso a esses extratos. 

As campanhas para divulgação desses serviços de transparência dentro das associações ficam por conta delas mesmas, mas o selo é gratuito. 

Esse selo foi feito para ajudar a combater as associações aventureiras, onde filiam veículos acima do que entra em Caixa da associação. 

O selo só terá validade até chegar a regulamentação. Como uma garantia das associações serias nao continuarem levando fama igual a das más pagadoras.

Vale lembrar que o selo não é obrigatório.

SER UMA EMPRESA TRANSPARENTE 

O que o selo CIFPV pede não é algo inusitado. Inclusive, pela lei, através da Constituição Federal, art. 70, parágrafo único, as empresas e seus ordenadores devem estar sob a prestação de contas, lei de responsabilidade fiscal, lei de licitações e motivação dos atos administrativos. 

Apesar das associações se tratarem do terceiro setor, existem regras que também se encaixam, como por exemplo as prestações de conta. 

As OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS são menores para este setor, se comparadas com as do segundo setor, porém elas devem ser cumpridas rigorosamente. 

Compartilhe e promova o associativismo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *